A nova realidade dos salões de beleza em tempos de Covid-19 | Manual da Mulher
Site Overlay

A nova realidade dos salões de beleza em tempos de Covid-19


conversou cabeleireiras para entender as mudanças na rotina após a chegada do coronavírus; saiba também quais os cuidados que você deve tomar.

Algumas cidades brasileiras já estão passando pela reabertura gradual dos serviços – como o comércio, escritórios, concessionárias e imobiliárias. Em Belo Horizonte, por exemplo, os salões de beleza.

Apesar de cada município brasileiro ter protocolos e datas diferentes para a reabertura dos salões de beleza, há um ponto em comum entre eles: a rotina adaptada a uma nova realidade, bem diferente.

“Em ambientes como os salões, que normalmente são pequenos, o contato com outras pessoas é muito grande, porque os clientes costumam sentar um do lado do outro e o profissional fica muito próximo.

Segundo a revista científica New England Journal of Medicine, o novo coronavírus pode sobreviver por até três dias em superfícies feitas de plástico ou aço. Por isso, segundo Karen, o compartilhamento.

“O cliente terá que usar máscara dentro do salão, redobrando sempre a higienização da mão, mantendo distância de outro cliente”, elenca a infectologista. “Os funcionários também devem usar máscaras.

Como os salões que ainda não abriram estão se preparando?
Pensando nisso, CLAUDIA conversou com cabeleireiras e donas de salão de beleza para saber como estão se preparando para a reabertura.

Com o decreto do isolamento social na cidade, emitido em março, o Studio W fechou suas portas, deixando, também, de atender clientes em casa. “Seguimos rigidamente a quarentena”, afirma Rosângela.

“Focamos muito na questão emocional, porque, afinal, optamos em ficar em isolamento para cuidar da nossa vida. Graças a Deus, ninguém do W teve Covid-19, mas tiveram pessoas que perderam familiares.