Atriz de 'NCIS: New Orleans' diz que rejeição a personagem lésbica foi superada | Manual da Mulher
Site Overlay

Atriz de ‘NCIS: New Orleans’ diz que rejeição a personagem lésbica foi superada


A atriz disse que a equipe ficou em choque quando as gravações tiveram de ser interrompidas por causa da quarentena

Com gravações que tiveram de ser interrompidas por causa da pandemia de Covid-19, a sexta temporada de “NCIS: New Orleans” chega ao fim nesta sexta-feira (13) no Brasil pelo canal pago A&E. Mas a equipe do programa fez do limão uma limonada e usou o coronavírus como personagem da sétima leva de episódios, que estreou nesta semana nos Estados Unidos.

Vanessa Ferlito, 42, que interpreta a agente especial Tammy Gregorio na série, conta que toda a equipe ficou em choque quando as gravações tiveram de ser interrompidas por causa da quarentena. “Por duas semanas, eu nem deixei Nova Orleans [onde a série é gravada]”, afirma a atriz, em conversa com a imprensa internacional, da qual o F5 participou. “Ninguém estava acreditando.”

Ela afirma que aproveitou o tempo livre para passar mais tempo com o filho, Vince, 12, com quem mora em Nova York. “Eu consegui me manter produtiva, dediquei meu tempo a tirar o meu certificado de professora de ioga”, comemora a americana, que pratica a atividade há 20 anos.

Tudo mudou, porém, quando as gravações foram retomadas. O elenco passou a ser testado várias vezes por semana para concluir as cenas. Mas ela diz que isso não foi nada diante de quem não teve as mesmas condições de enfrentar a crise sanitária global. “Tenho muita sorte de ter trabalho, enquanto tem tanta gente que não tem”, admite.

A atriz foi quem antecipou que a pandemia seria mostrada na sétima temporada. “A pandemia vai ser muito importante na próxima temporada e, também, terá influência na vida pessoal de Gregorio”, afirma. De fato, no episódio de estreia é mostrado como a doença avança na cidade.

Mas, antes disso, os agentes comandados por Dwayne Pride (Scott Bakula) têm de investigar um corpo encontrado em um pântano, enquanto o chefe lida com a chegada da ex-esposa dele à cidade e o vice-diretor Van Cleef (Richard Thomas) é investigado.

A sexta temporada teve casos de terrorismo, tráfico de pessoas, assassinatos e desaparecimentos, entre outros. Ferlito confessa que gosta muito do tema da série. “Se eu não fosse uma atriz, definitivamente seria agente do FBI na vida real”, conta. “Adoro resolver crimes.”

Ferlito se diferencia bastante da personagem no quesito sexualidade. Enquanto Tammy Gregorio revelou na série ser lésbica, a atriz que a interpreta é heterossexual. “Tem sido uma honra interpretar uma mulher forte que, por acaso, também ama outras mulheres, mesmo eu sendo heterossexual”, avalia. “Tenho um filho de 12 anos que é criado para amar quem ele quiser.”

A atriz conta que, apesar de ser amada agora, a personagem sofreu rejeição logo após revelar sua sexualidade. “No começo, recebi muitas reações negativas, o público mais conservador não aceitou de primeira”, lembra. “Agora, as pessoas simplesmente a amam.” Por enquanto, ela ainda não teve muitas cenas mostrando a vida pessoal da personagem. Mas ela gostaria que isso mudasse. “Espero que sim, ela vive e ama da mesma forma que qualquer outra pessoa.

Ferlito, por sua vez, não gosta de exibir muito da própria vida para o público. Tanto é que não tem perfis em redes sociais. “Minha vida particular é muito privada, não é algo que eu queira dividir com as pessoas”, confessa. A única exceção que ela abriu foi para falar da relação pessoal com o Brasil. “Minha melhor amiga há anos, desde que sou criança, é brasileira”, revela. “Eu amo a família dela, amo a cultura, amo o Brasil!”

‘NCIS: NEW ORLEANS’ – FINAL DA 6ª TEMPORADA

Quando: Sexta-feira (13), a partir das 22h

Onde: Canal A&E

Classificação: 14 anos